"Foi um dos mais brilhantes juristas portugueses do século passado". Van Dunem elogia Antunes Varela, ministro do Estado Novo

Imprimir

18 dez 2019 19:41

"Foi um dos mais brilhantes juristas portugueses do século passado". Van Dunem elogia Antunes Varela, ministro do Estado Novo

A ministra da Justiça, Francisca Van Dunem, participou hoje na sessão de homenagem ao ministro do Estado Novo e um dos criadores do código civil de 1966, Antunes Varela, considerando-o "um dos mais brilhantes juristas" do século XX.

"Foi um dos mais brilhantes juristas portugueses do século passado", afirmou a ministra, que participava numa sessão de homenagem, no Tribunal da Relação de Coimbra, ao antigo ministro do regime salazarista, no ano do centenário do seu nascimento.

João Matos Antunes Varela foi ministro entre 1954 e 1967 - 13 anos. “Aí, devo dizer que me pesa às vezes a consciência de que partilho um espaço que foi ocupado por figuras tão ilustres", realçou, destacando não apenas os seus contributos para o código civil mas também o "grande impulso" que deu, enquanto ministro do Estado Novo, à construção de tribunais e prisões, “através de uma política pública de investimento".

A circunstância "de Portugal viver então um período de grande desafogo financeiro assente em contas certas e alimentado por recursos essencialmente oriundos do seu império colonial não desmerece minimamente a sua obra. Não desmerece minimamente a sua visão ou determinação. Realizou uma obra como nunca antes nem depois alguém voltou a ter capacidade para fazer", referiu a ministra, considerando o ex-governante da ditadura portuguesa uma "mente brilhante e multifacetada".

Gifts for Runners