Conselheiro José Alfredo Rodrigues

 
JOSÉ ALFREDO RODRIGUES
 
(1934 – 1938)
 
DATA DE NASCIMENTO: 17/11/1868
FILHO DE : José Francisco Rodrigues e de Maria Delfina Assalino Rodrigues
NATURAL DE: Soure
HABILITAÇÕES LITERÁRIAS: Bacharel em Direito pela Universidade de Coimbra
 
Começou a trabalhar como Delegado do Procurador Régio em Soure, conforme atesta o Decreto de 13 de Julho de 1893. Fez carreira em tribunais do antigo ultramar português. Em 1894 trabalhava na cidade de Lourenço Marques (Moçambique), tendo sido promovido a Juiz de Direito no ano de 1901. Desempenhou funções de Auditor dos Conselhos de Guerra na Guiné, cargo para que foi nomeado por Decreto de 11 de Abril de 1901, com prolongamentos até 31 de Março de 1903, e nova comissão entre 20 de Fevereiro de 1904 e 31 de Março de 1905. Atacado pelo paludismo, pediu licença para se deslocar a tratamentos em Portugal Continental, corria Abril de 1903. No ano de 1905 assegurou a Comarca de Barlavento, no Arquipélago de Cabo Verde. Voltou a Moçambique como Desembargador da Relação de Lourenço Marques, e em 7 de Dezembro de 1917 era Presidente daquele Tribunal de 2ª Instância. Em 1918 solicitou transferência para a metrópole. Por Despacho de 26/02/1919 ficou agregado à Relação de Coimbra, tendo tomado posse a 8/03/1919. Ascendeu a Desembargador do quadro da Relação de Coimbra por Despacho de 25 de Junho de 1923, lugar em que foi empossado a 4/07/1923. Foi nomeado Conselheiro do STJ mediante Despacho de 27/04/1925, para a vaga do Conselheiro Jubilado Afonso de Mendonça e Vasconcelos, com cerimónia de posse solene a 28/08/1925. Em 20 de Dezembro de 1933 foi nomeado Vogal Efectivo do Conselho Superior Judiciário, cargo que desempenhou até 1936. Aposentado o Presidente da Relação de Coimbra, Conselheiro Eduardo Magalhães, foi nomeado Presidente daquele Tribunal por força do Despacho de 17 de Outubro de 1934. O Despacho de 17 de Novembro de 1938 confirmou a sua jubilação como Conselheiro.
 

 

 

Powered by Marketing Lovers