Taxa de justiça em processo penal. Incidente anómalo. Arguição de nulidade

TAXA DE JUSTIÇA EM PROCESSO PENAL. INCIDENTE ANÓMALO. ARGUIÇÃO DE NULIDADE
RECURSO CRIMINAL Nº
171/16.4GASEI-A.C1
Relator: MARIA JOSÉ NOGUEIRA
Data do Acordão: 20-03-2019
Tribunal: GUARDA (JUÍZO DE COMPETÊNCIA GENÉRICA DE SEIA)
Legislação: ARTS. 291.º E 524.º DO CPP; ARTS. 7.º, N.ºS 4 E 8, E 8.º, DO RCP (REDACÇÃO DA LEI N.º 7/2012, DE 13-02)
Sumário:

  1. Anómalo, estranho ao desenvolvimento da lide, a justificar tributação autónoma, é o requerimento que se distancie da normalidade da tramitação, dando corpo a uma actividade ou conduta processual entorpecedora da acção da justiça.
  2. Ao invés, as questões que surjam no seio da dinâmica normal do processo e que não revistam um “carácter descabido” devem ser consideradas abrangidas na tributação específica da causa.
  3. O requerimento de arguição de nulidade, apresentado no momento processual apropriado, sem que seja descabido ou dilatório, não dando causa a um acréscimo anormal da actividade processual, tão pouco a uma excessiva demora na tramitação do processo, não constitui uma ocorrência estranha ao desenvolvimento da lide, não sendo, em razão disso, tributável como incidente anómalo. 

Consultar texto integral

Nike Air max Dominate

Powered by Marketing Lovers