Conselheiro Justino da Costa Simões

 

 

 

JUSTINO DA COSTA SIMÕES
 
(1941)
 
DATA DE NASCIMENTO: 11/4/1880
FILHO DE : José Maria Simões e de Maria Joana Alegre
NATURAL DE: Moita - Anadia
HABILITAÇÕES LITERÁRIAS: Bacharel em Direito pela Universidade de Coimbra
 
Começou a trabalhar em Anadia como Delegado do Procurador Régio de 3ª classe, cargo para o qual foi despachado em 3 de Agosto de 1900, tendo tomado posse no dia 18/08/1900. Nessa mesma qualidade foi colocado na Comarca de Vila Nova de Cerveira (1904). Por Despacho de 4/07/1911 ascendeu a Delegado de 2ª Classe, na Comarca de Mafra. Fez o tirocínio de 1ª classe em Tomar, conforme determina o Despacho de 16/05/1914. Despachado Juiz de Direito de 3ª classe para S. Roque da Ilha do Pico (1917), conseguiu transferência rápida para o Continente e foi colocado em Vinhais (Despacho de 9/01/1918). Assegurou provisoriamente a Comarca da Golegã (Despacho de 1/05/1920), tendo-se efetivado em Alvaiázere pelo mesmo Despacho. Como Juiz de 2ª classe, transitou pelo Fundão e Abrantes (1923). Ascendeu a Juiz de 1ª classe em Tomar (1926). Por Decreto de 1 de Maio de 1930 ingressou nos quadros da Relação de Coimbra, tendo tomado posse a 17/05/1930. Em 22 de Janeiro de 1938 foi nomeado Inspector Judicial, e por Despacho de 29 de Abril de 1940 conseguiu transferência para a Relação de Lisboa. Nomeado Conselheiro do STJ por Despacho de 25/01/1941, tomou posse em 11 de Fevereiro de 1941. Por se ter aposentado o Bacharel Abílio de Andrade (Portaria de 11/11/1940), Justino Simões foi chamado a assumir em comissão de serviço a Presidência da Relação de Coimbra, cargo de que tomou posse em 11 de Fevereiro de 1941. Exerceu também funções de Vogal Efectivo do Conselho Superior Judiciário (Despacho de 24/05/1941), tendo sido logo de seguida exonerado e nomeado Presidente da Relação de Lisboa (Despacho de 15/10/1942).